Nesta segunda-feira (03), o desembargador Voltaire de Lima Moraes assumiu a presidência do Tribunal de Justiça do RS para a gestão 2020/2021, no Plenário Ministro Pedro Soares Muñoz. A vice-presidente Jurídico-Legislativo da ADPERGS, Maria de Fátima Záchia Paludo estava na ocasião representando a Associação.

O magistrado, que sucede o desembargador Carlos Eduardo Duro no cargo, terá à frente o desafio de gerir o tribunal considerado líder em eficiência no País e, ao mesmo tempo, lidar com um déficit de mais de 2 mil servidores e 190 magistrados para tocar os mais de 3,3 milhões de processos que tramitam na Justiça estadual.

Em um discurso longo, de cerca de 1h de duração, o desembargador rememorou suas origens e a trajetória profissional como advogado, membro do Ministério Público, juiz há 22 anos e professor universitário e enfatizou que trabalhará para manter a instituição fortalecida e com autonomia preservada, para poder exercer suas funções com independência. "Estamos conscientes dos desafios a enfrentar: a falta de funcionários causada pela enxurrada de aposentadorias do último ano, a falta de estrutura por conta dos projetos que não passaram na Assembleia Legislativa ou que estão na agenda para apreciação, a falta de juízes nas comarcas", apontou.

A cerimônia também marca a posse dos demais membros que comporão a gestão do tribunal nos próximos dois anos: Liselena Schifino Robles Ribeiro, como a 1ª vice-presidente; Ícaro Carvalho de Bem Osório como 2º vice-presidente; Ney Wiedemann Neto como 3º vice-presidente; e Vanderlei Teresinha Tremeia Kubiak como corregedora-geral da Justiça.

Com informações do JC.

posse tj 15posse tj 15posse tj 15posse tj 15posse tj 15posse tj 15posse tj 15posse tj 15posse tj 15posse tj 15posse tj 15posse tj 15posse tj 15posse tj 15posse tj 15

04 de Fevereiro de 2020

Logos Banrisul e Brasao Governo