Foi realizada, na última sexta-feira (06/09), mais uma palestra do Projeto Social de Educação em Direitos Humanos: “Conversando sobre direitos, deveres, democracia e cidadania”, com alunos do 8º e 9º ano da Escola São José, em São Leopoldo. O Defensor Público, dirigente do Núcleo de Defesa dos Direitos Humanos (NUDDH) e coordenador do Centro de Referência em Direitos Humanos da Defensoria Pública (CRDH), Mário Rheingantz, ministrou o evento.

De forma descontraída, em formato de bate-papo, duas turmas do Colégio São José tiveram a oportunidade de ouvir sobre direitos humanos e exercitar a reflexão sobre o direito à vida, à liberdade de opinião e de expressão, ao trabalho e à educação, entre diversos temas. Também, foi trazida a atuação da Instituição, que trabalha na promoção dos direitos humanos e na orientação jurídica integral e gratuita.

Durante a palestra, o Defensor Público Mário Rheingantz fez uma atividade dinâmica entre os alunos, propondo a ideia de criar um novo estado, bem como suas leis, princípios e direitos que seriam garantidos neste local imaginário. Os estudantes interagiram com a atividade, que estimulou a pensar sobre os direitos garantidos a cada indivíduo.

O Defensor trouxe duas palavra-chave na hora de tomar qualquer decisão na vida, que os estudantes repetiram e gravam: empatia e solidariedade. “A empatia é capacidade de se colocar no lugar do outro e tentar sentir o mais próximo possível do que ele sente, já a solidariedade é o desejo de ver o melhor para todos, priorizando decisões que tragam bem ao coletivo, em função do qual deve ceder o individualismo egoísta”, explica o Rheingantz.

A presidente da ADPERGS, Juliana Lavigne, explica como surgiu o Projeto Social de Educação em Direitos Humanos. “A Defensoria tem a missão na Constituição Federal de promover os direitos humanos, e uma forma de promover os direitos humanos através da educação em direitos. Foi a partir desta construção que criamos este projeto, uma parceria da ADPERGS e Defensoria Pública do Estado do RS”, afirma.

Acompanharam a palestra a Defensora Pública e idealizadora do projeto, Cristiaine Johann, a Coordenadora Marli Cardoso, e os professores Guilherme Amorin e Vanessa Souza.

d7591b11 90b0 460c a0e8 aebee532727ed7591b11 90b0 460c a0e8 aebee532727e

09 de Setembro de 2019

Logos Banrisul e Brasao Governo