A Defensoria Pública Regional (DPR) de Passo Fundo ajuizou uma ação civil pública contra o município e a Corsan para garantir água para algumas ocupações da cidade e para moradias indígenas. A Diretora Regional da cidade, Camila Ferrareze, informou que a ação é em busca da tutela dos interesses de aproximadamente 630 famílias que moram em ocupações na cidade, além das famílias indígenas.

A ação, que foi distribuída para a 1ª Vara Cível de Passo Fundo, pediu uma liminar para que até em 24 horas a Corsan seja obrigada a iniciar a instalação de bicas públicas nas ocupações. Segundo a Defensora, o objetivo foi garantir o abastecimento de água para que as famílias consigam manter cuidados higiênicos, principalmente neste momento de pandemia de Covid-19, que o serviço de água se tornam ainda mais imprescindível.  

Os locais objetos da ação foram os Acampamentos indígenas do Parque Wolmar Salton e da Rodoviária, e as ocupações Quatro do bairro Záchia, Beira Trilho, Vista Alegre e Bela Vista.

Fonte: Rádio Uirapuru.

17 de Abril de 2020

Logos Banrisul e Brasao Governo