A diretoria da ANADEP discutiu sobre as próximas estratégias no acompanhamento da reforma da Previdência (PEC 06/2019), durante assembleia geral extraordinária, nesta quarta-feira (4/9), em Brasília. A presidente da ADPERGS, Juliana Lavigne, esteve presente na reunião.

Durante a AGE, o presidente da ANADEP, Pedro Paulo Coelho, fez um retrospecto de todo o trabalho em torno da matéria. Ele explicou as estratégias junto ao Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (Fonacate) e da Frente Associativa da Magistratura e do Ministério Público (FRENTAS). “Já estamos trabalhando no Senado Federal, por isso, ao longo da semana já tivemos várias agendas com senadores. Nossa articulação, seja em Brasília ou na base, continua.”, ressaltou. 

Ainda no campo legislativo, a diretoria falou sobre outros projetos, entre eles: o Projeto de Lei do Senado (PLS) 116/2017, que estabelece a demissão por insuficiência de desempenho; Projeto de Lei 3723/2019, que dispõe sobre registro, posse e comercialização de armas de fogo e munição e permite a concessão de porte de armas de fogo para novas categorias, além das previstas no Estatuto do Desarmamento, por decreto presidencial. 

O XIV CONADEP também foi foco da reunião. Pedro Coelho fez um panorâma da realização do Congresso Nacional, que acontecerá de 12 a 15 de novembro, no Rio de Janeiro.  Os(as) interessados(as) em participar têm até o dia 30 de setembro para pagar as inscrições com valor promocional do 3º lote (R$910 para associadas e associados). Assessores de comunicação são isentos. 

Participaram da reunião representantes das Associações Estaduais ADEPAM, ADEP-BA, ADPEC, ADEP-DF, ADEP-MG, APADEP, ADPERJ, ADEPESC, ADPETO e AMDEPRO. 

Informações e fotos: ASCOM/ANADEP.

AGE 4 09AGE 4 09AGE 4 09

 

04 de Setembro de 2019

Logos Banrisul e Brasao Governo