A ANADEP promoveu, nesta segunda-feira (8), assembleia geral extraordinária. Durante a reunião, as defensoras e defensores públicos discutiram assuntos de interesse da categoria no âmbito jurídico e legislativo. O encontro ocorreu de forma híbrida, a presidente da ADPERGS, Juliana Lavigne, participou presencialmente.

A AGE teve início com a apresentação do vídeo de balanço de gestão da diretoria biênio 2019-2021. O material relata as principais políticas e os resultados mais importantes obtidos nos últimos dois anos. 

Em seguida, houve debates sobre a pauta legislativa, com foco na reforma administrativa e as PECs que visam o enfraquecimento do serviço público (PECs 186, 187 e 188). De acordo com o assessor parlamentar da entidade, Enrico Ribeiro, o início de 2021 será marcado pelo alinhamento de pautas entre os Poderes Executivo e Legislativo. Também foram relatadas as estratégias de enfrentamento junto à Frente Associativa da Magistratura e do Ministério Público (Frentas) e Fórum Nacional Permanente das Carreiras Típicas de Estado (Fonacate), bem como o trabalho de coletas de assinaturas das emendas ao texto da PEC 32. 

Houve também discussões sobre as ações de interesse da categoria que tramitam no Supremo Tribunal Federal. Entre outros temas, destacam-se: campanha nacional 2021 e a pauta financeira. 

A assembleia encerrou com a aposição do quadro de Pedro Coelho, na galeria de ex-presidentes, e posse da nova diretoria da ANADEP (biênio 2021-2023). 

Participaram da AGE representantes da ADPACRE, ADEPAL, ADEP-BA, ADEPAP, ADPACRE, ADEPES, AGPDP, AMDEP, ADEP-MS, ADEP-MG, ADPEMA, ADPEP-PA, ADEPAR, ADEPEPE, APIDEP, ADPERJ, ADPERN, AMDEPRO, ADPERR, APADEP, ADEPESC, ADPESE e ADPETO.

Fonte: ANADEP. 

08 de Fevereiro de 2021

Logos Banrisul e Brasao Governo