A vice-presidente da ADPERGS, Bárbara Sartori, e a colega Defensora Pública Larissa Rocha Ferreira Caon palestraram sobre “O poder público absorvendo o jovem infrator: ações restritivas e afirmativas”, no sábado, dia 9/12, durante o 4º Curso do Amor-Exigente de Gravataí, no Seminário São José, em Gravataí. O evento, cuja temática foi “Prevenção: o X da questão, transformando vidas!”, reuniu dependentes químicos, familiares, professores e voluntários.

Segundo Bárbara, a palestra ajudou a transmitir informações no sentido de que, para prevenir à exposição aos perigos, devemos fortalecer a família e à educação. “O trabalho dignifica. Mente ocupada evita que o jovem fique nas ruas suscetíveis às más influências”. Por outro lado, explica a Defensora, “devemos lembrar que, além de direitos, os adolescentes também têm deveres, e que não podemos olvidar de resgatar valores, o respeito para com o próximo, pais e educadores”.

“É muito importante a participação da Defensoria em eventos como este, pois temos a oportunidade de prestar informações aos colaboradores, aos familiares de dependentes químicos e às pessoas que sofrem com o alcoolismo, especialmente em relação ao acesso a serviços de saúde e, se necessário, como proceder à judicialização, para garantir o tratamento necessário”, relata Larissa. “As pessoas nesta situação precisam, além de apoio, de informação correta para fazer valer o seu direito à saúde. É a Defensoria Pública atuando como agente de transformação social.”

Sobre o Amor-Exigente
A ONG Amor-Exigente atua no apoio e na orientação de familiares de dependentes químicos e às pessoas com comportamentos inadequados. Por meio de programas de auto e mútua ajuda, o Amor-Exigente desenvolve preceitos para a reorganização familiar, sensibilizando as pessoas e levando-as a perceber a necessidade de mudar o rumo de suas vidas a partir de si mesmas.

Na imagem, Bárbara (D) e Larissa (E) com representantes da direção do Amor-Exigente de Gravataí

Texto e imagem de Vinicius Flores/AscomDPERS

12 de Dezembro de 2017